O PROJETO > quem somos

quem somos

os participantes da Casa do Sino

O grupo de estudos da CASA DO SINO deu início a suas atividades em agosto de 2008, atendendo a uma convocação feita pela Profa. Vera Lima Ceccon a alguns ex-alunos e colegas da Faculdade de Letras da UFRJ. 

Nesta convocação, Vera fez um convite para formar um grupo de estudos que se dedicasse a estudar o pensamento criador, a partir da Literatura e da Filosofia.  Esta proposta passou a nortear todas as atividades e estudos do grupo e pode ser examinada mais detidamente em tema-condutor, dentro do menu ESTUDOS

 

OS PARTICIPANTES DA CASA DO SINO

Elisa Abrantes, Ilson Bacellar, Tarso do Amaral e Vera Lima Ceccon

 

A seguir, apresentamos os membros permanentes do grupo, por ordem decrescente de idade e crescente de titulação.

 

continua

Vera Lima Ceccon

Vera Lima Ceccon (até 2008, só Vera Lima) é a idealizadora e principal orientadora do projeto CASA DO SINO.

Desde 2003 é professora- adjunto de Literatura Inglesa na Faculdade de Letras da UFRJ, onde dá aulas sobre o modernismo inglês (romance e poesia).

 

a tese de doutorado

Vera defendeu em 2002 sua tese de doutorado sobre Virginia Woolf, intitulada Herança e homenagem em Virginia Woolf. Nela fez uma leitura bastante original da obra da escritora inglesa, inspirada em seus anos de estudo sobre Gilles Deleuze com Claudio Ulpiano.

Esta tese está parcialmente acessível no outro site da professora, http://www.virginiawoolf.pro.br , a ser revisado e ampliado durante o ano de 2009.

O projeto CASA DO SINO pretende dar continuidade prática às questões suscitadas na tese e retirá-las do âmbito exclusivamente acadêmico. 

Por este motivo, a CASA DO SINO é, atualmente, a fonte de inspiração e o braço não-institucional da produção intelectual de Vera.

 

a transdisciplinaridade como prática de vida

Vera teve uma formação bastante diversificada, desde muito jovem.

Isso explica seus múltiplos interesses.

Foi sempre apaixonada por literatura e filosofia, mas, por influências familiares, fez sua graduação em matemática.  Estudou piano clássico durante 12 anos e, durante a graduação, trabalhou como fotógrafa free-lancer e começou seus estudos de filosofia com Claudio Ulpiano, em 1983.

Depois de se graduar, mudou-se para Melbourne, Australia, onde viveu por 7 anos e se dedicou à atividade literária, chegando a ter contos publicados. 

Ao voltar para o Brasil, iniciou seu mestrado em Literatura Comparada, emendando logo em seguida o doutorado. 

Ao longo de todos estes anos, sempre manteve contato intenso com Claudio Ulpiano, mesmo nos anos de Australia.

Vera defende a transdisciplinaridade como uma prática de vida, que não pode se reduzir a um mero jargão acadêmico.

atividade acadêmica atual

Atualmente Vera dá aulas de Literatura Inglesa para alunos de graduação do curso Português-Inglês da Faculdade de Letras, da UFRJ (Departamento de Letras Anglo-Germânicas.)  Dá cursos sobre a poesia do romantismo inglês (Lit Ingl 2), o romance modernista (Lit Ingl 4) e a poesia vitoriana e modernista (Lit Ingl 5).

Vem desenvolvendo vários projetos com alunos de graduação, no sentido de lançar pontes sobre os fossos inter-curriculares.  Estes projetos - reunidos sob a desiginação BRIDGES - estão reunidos num pequeno portal: 

http://www.letras.ufrj.br/veralima

 

o baú da Vera

Vera pretende tornar disponível neste site vários trabalhos acadêmicos produzidos por ela nestes últimos 15 anos. Para conferir, abra o baú da Vera.

 

Em breve, Curriculo Lattes atualizado e
outras informações curriculares.

continua

Elisa Abrantes

 

Elisa Lima Abrantes é doutoranda da UFF em Literatura Comparada e sua tese versa sobre a literatura irlandesa contemporanea e a reapropriação da tradição celta nestas obras. É mestre em literaturas de língua inglesa pela UERJ, professora de literaturas de língua inglesa da Faculdade Souza Marques e de língua inglesa da Sociedade Brasileira de Língua Inglesa. Seus maiores interesses são literatura, história e filosofia a a experiência na Casa do Sino tem sido fantástica para a interlocução e aprofundamento destes campos do saber. 

 

 

continua

Tarso do Amaral de Souza Cruz

Tarso do Amaral é formado em Português-inglês pela UFRJ e, atualmente, faz dois cursos de pós-graduação na UERJ - Especialização e Mestrado em Literaturas em Língua Inglesa – nos quais tenta articular seus interesses por literatura moderna e filosofia. Ainda não tem certeza se sua sanidade mental será preservada ao longo de tal empreitada, mas segue firme em sua busca por momentos sublimes entre letras, palavras, páginas e pessoas.

Entre uma coisa e outra, tenta criar/reproduzir alguns desses momentos únicos com suas próprias palavras-experiências em seus poemas. Parte inicial dessa produção encontra-se em seu ainda único trabalho publicado em poesia, o livro “Vela ao Sol”.

Na Casa do Sino encontra um salutar, livre e bem-vindo espaço para troca, ampliação e geração de conhecimento e arte. Lá, seus interesses por artes visuais, HQ, música e cinema clássicos e populares, além da literatura e filosofia, podem ser compartilhados, discutidos e ampliados. 

Tarso ainda tem esperança na resistência. E resiste.

 

 

continua

Ilson de Bacellar Jr.

Ilson acaba de terminar sua Licenciatura em Português-Inglês pela Faculdade de Letras da UFRJ e tem inúmeros projetos para o futuro.

Ilson de Bacellar e Souza Jr, carioca tijucano, 24 anos, é formado em Letras Português-Inglês pela UFRJ. Atualmente, faz uma Especialização em Filosofia Antiga, motivada por seus estudos na Casa do Sino, enquanto se prepara para um futuro Mestrado na área. Já na ocasião do vestibular, a Filosofia se lhe apresentava como um atraente percurso, mas ele escolheu Letras por ter decidido aprimorar suas habilidades e interesses lingüísticos. Um pouco decepcionado com os formalismos da área, Ilson agora retoma seu thauma original e dedica-se a sua paixão primeira – o pensamento e suas possibilidades.

Assumidamente “megalomaníaco”, seus interesses espalham-se e multiplicam-se por diversas áreas: a literatura, o desenho, o estudo de línguas estrangeiras, as relações internacionais são temas contemplados nas suas muitas atividades atuais. Já a matemática, a física, a música, o cinema, a ciência política e tantas outras disciplinas fascinantes, Ilson aguarda impacientemente o momento de poder enveredar-se também por esses caminhos.

 

 

<< página anterior | - | próxima página >>